Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Confiar...

Sábado, 28.04.12

Hoje somos todos pessoas muito sozinhas, solitárias, não contamos as nossas tristezas a ninguém.

Hoje é muito dificil confiar em alguém, por inúmeras razões, mas a principal, a meu ver é porque não queremos ser magoados.

Hoje as pessoas têm medo da paixão, da amizade, de olhar nos olhos, de dizer que gostam de nós.

Confiar dá trabalho, as pessoas desistem umas da outras muito facilmente.

 

Quando alguém abre o coração, e o coloca nas mãos do outro, permite que esse outro o "tome" como seu, que o trate como fosse o seu. Os corações por fora são fortes, brilham, contêm o melhor de alguém, por dentro são iguais ao teu, sim...frágil, doce, cheio de amor para dar, sem medo, sem restrições.

 

A partir de uma certa idade temos receio em confiar, de acreditar nas palavras, então vivemos apenas o que queremos, confiamos até onde queremos, por vezes é injusto para alguns, podemos perder oportunidades, perder amores duradouros, para outros, não esperam nada de ninguém mas também nada dão.

 

Tenho alguma dificuldade em confiar nas pessoas que demonstram que também não confiam em si próprios. Tenho dificuldade em acreditar em pessoas que têm medo do amor. Tenho dificuldade em confiar em pessoas que não querem amar a sério. Tenho dificuldade em confiar em pessoas que querem a vida pela metade, que têm muito que fazer, que dizem que não têm tempo.

Tenho uma imensa dificuldade em acreditar em pessoas que me põem á espera...

 

 

"Assim que você confiar em si mesmo, você saberá como viver."
(Goethe)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por caminhosdaalma às 19:30

Dança Comigo...

Sábado, 14.04.12

Já ninguém ama loucamente, já não existem as paixões saudáveis, aquelas que nos consomem, aquelas que nos cegam.

Hoje é tudo muito certinho, já dizia o Miguel Esteves Cardoso quando escreveu sobre o amor...hoje apaixonamo-nos porque dá jeito, no seu fabuloso poema "Elogio ao Amor".

Esperamos por segundas, terceiras oportunidades, esperamos que "talvez seja desta vez", pensamos "será este o tal?", mas no fundo, no fundo, nunca saberemos até experimentar. Os relacionamentos são como uma armadilha, a qualquer segundo somos postos á prova, a qualquer instante descobrimos em nós mesmos, capacidades até então nunca sentidas, actos nunca pensados e palavras que nos saem da boca tão naturalmente que se tornam assustadoras. 

Claro que estamos mais egoístas, claro que confiamos menos, a culpa é de todos nós, homens e mulheres, até o amor se encontra em contenção. E então? vamos desistir? 

Sempre foi assim, todos temos um pavor terrível de sofrer, de sermos usados, de amarmos desmesuradamente, de sermos rejeitados...e então?

E o desafio não é esse mesmo? O Amor mutúo é a chave do sucesso, sem ele deixem lá isso, nada acontece, e a seguir é a Confiança, saber esperar, saber ouvir, saber sentir, acreditar. E por último e não sei se a mais importante é a Tolerância, e disto há pouco, ou nada.

Para mim são as principais características para a solidez de uma relacionamento, claro que há mais, mas sem Amor, Confiança e Tolerância....nada é construído em bases firmes.

O amor é uma dança, a dois, com treinos diários, exaustivos, focados, onde nos amparamos para que um dia, na hora do espectáculo nada corra mal e o mais engraçado é que um dia podemos nos esquecer dos passos, porque já estamos tão habituados ao mesmo que podemos já não querer dançar mais. E é aqui que devemos mudar de estilo de dança.

"Tolerância é paciência concentrada." Thomas Carlyle


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por caminhosdaalma às 14:22





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


CONSULTAS DE TAROT

O Tarot é apenas uma ferramenta que nos ajuda nas diversas áreas da nossa vida. Poderá fazer uma pergunta grátis enviando o seu primeiro e ultimo nome e a data de nascimento através do mail mafavisi@sapo.pt