Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O Tempo...

Terça-feira, 04.06.13

Com o tempo, que só contabilizamos quando acontecem situações que temos que fazer contas, deixei de ter vontade de escrever com alguma assiduidade. Poderia encontrar imensas razões por não o ter feito, por causa do trabalho, dos filhos, da vida, mas não, sei que não foi devido a estas razões embora tivessem peso. Também não foi devido à falta de inspiração, que por vezes aparece e muito menos por falta de assunto. Existem alturas que nos entristecem de tal maneira que não conseguimos transpor para o papel uma única palavra.

Dei-me conta, ontem enquanto conduzia, que estava assim, triste, há seis meses. Tive que contabilizar. Deixei-me ir, sem perceber. 

Os sentimentos não desaparecem de um dia para o outro, e quando menos esperamos, desligamo-nos de algumas coisas que hoje não me parecem muito importantes. Deixei-me ir e fechei-me. Não gostei desta sensação de me fechar. Fechei-me para sofrer por dentro, e consegui que ninguém se apercebesse. No fundo só refletimos o que queremos. Os outros só sabem o que nós queremos que se saiba. 

Acabou. Quando o amor acaba sem razão plausível, ficamos à espera de encontrar, no caminho, os motivos verdadeiros do fim e, muitas vezes, não existem razões, apenas acaba. Ficamos a pensar se nos enganámos, se nos enganaram, se procedemos bem ou não, e não vale a pena. Certo é, que as pessoas fogem, seja por medo, por falta de ambição ou mesmo por cobardia, mas ninguém foge por falta de amor. 

Hoje acabou.

"O tempo é o melhor autor; sempre encontra um final perfeito."Charles Chaplin


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por caminhosdaalma às 13:07

Inveja...

Sexta-feira, 09.03.12

Existe todo o tipo de pessoas, as boazinhas, as mázinhas, as que têm mau feitio, as invejosas, as ciumentas...muitas.

Todos sabemos o significado do bem e do mal, desde pequenos fomos ensinados pelos nossos pais que não devemos fazer mal aos outros, mas o que é certo é que ninguém muda a sua própria essência seja ela qual fôr, e existem pessoas que são invejosas. Considero que a inveja nãoé somente pelo que os outros têm, seja dinheiro, terras, bons carros, a maioria das pessoas inveja o que os outros são. Se têm muitos amigos, se todos gostam de uma determinada pessoa porque ela é bom disposta, bonita, doce, inteligente, vêm no outro tudo o que não são. E temos a tendência de esconder projectos, planos, amores, desamores, porque os outros podem saber e com o sentimento de inveja destruir o sucesso do acontecimento. E depois existem aquelas pessoas que preferem não ter algo porque o outro irá beneficiar.

 

A história que vou contar tem a haver com isto, há uns anos atrás vi na televisão em forma de desenho animado, o que achei fantásticamente bem construido a forma que a inveja pode ter.

 

Um homem encontra uma lampada mágica, e ao limpa-la sai de dentro da lampada uma génio que lhe concede um só desejo. Que podia pedir tudo o que quisesse, mas mesmo tudo, apenas  o alertou que, fosse o que fosse que ele pedisse....o seu vizinho iria ganhar em dobro.

 

O homem pensou durante todo o dia o que iria pedir ao génio. E no final desse dia decidiu o que realmente queria, esfregou a lampada e o génio disse:

 

- Já sabes o que queres? Não te esqueças que tudo o que pedires o teu vizinho receberá em dobro!!

 

E o homem disse:

 

- Sim já sei!  TIRA-ME UM OLHO!!!

 

"A inveja é a amargura que se sofre por causa da felicidade alheia." (Cícero)




 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por caminhosdaalma às 23:35





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


CONSULTAS DE TAROT

O Tarot é apenas uma ferramenta que nos ajuda nas diversas áreas da nossa vida. Poderá fazer uma pergunta grátis enviando o seu primeiro e ultimo nome e a data de nascimento através do mail mafavisi@sapo.pt



links

Outros Caminhos

Previsões Tarot


posts recentes


comentários recentes




subscrever feeds