Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Contraluz...

Terça-feira, 30.10.12

As nossas vidas estão interligadas.

Uns chamam-lhe coincidências outros destino. De uma maneira ou de outra, conhecemos alguém por duas razões: para nos transmitir algo ou para lhe darmos algo. Muitas dessas pessoas permanecem, outras, não. Quando casamos com alguém será sempre por um razão específica, se formos felizes óptimo, se não, sairemos a aprender alguma coisa importante, que iremos utilizar noutras circunstâncias.

Quando conheces alguém, percebes que passou por situações semelhantes ás tuas, que lhe falta na vida peças iguais as que também te faltam a ti, que anseia os mesmos sonhos que tu anseias, terás que descobrir o porquê desse encontro.

Não fazes amizades com pessoas diferentes de ti, sabendo a sua história, concerteza, vais perceber que em algum ponto se parece com a tua.

Ninguém se encontra por acaso, seja pela amizade, familia, escola ou trabalho, anos mais tarde relembramos um episódio importante dessa altura que nos vai ajudar a superar alguma dificuldade.

Contraluz (2010) é um filme fantástico, realizado por Fernando Fragata, faz-nos pensar, faz-nos acreditar que tudo tem um propósito, que devemos estar alerta para todas as situações. Umas acabam bem e outras nem sempre, por vezes o tempo não corre a nosso favor e as opções que fazemos naquele momento podem não ser as melhores para nós mas podem ser excelentes para outros.

 

"Creio que quase sempre é preciso um golpe de loucura para se construir um destino."

Marguerite Yourcenar

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por caminhosdaalma às 21:35

Livre Arbítrio...

Sábado, 21.01.12

Um dia destes em conversa com um Amigo, falavamos sobre Destino e Livre Arbitrio, será que nao temos escolha e tudo está traçado desde que nascemos? 

É um tema difícil de falar, porque as pessoas são levadas a pensar que controlam o seu caminho pelas escolhas, pelo que pensam que está certo, escolhem casar quando querem, ter filhos quando querem e escolhem a sua vida profissional quando encontram o que querem fazer.

Mas fico a pensar...a maioria das crianças não sabem o que querem seguir quando têm de escolher área de estudo, ciências, letras, não sabem. Apenas sabem que não gostam de Matemática ou Línguas, e escolhem o que têm mais facilidade em aprender e claro porque gostam mais, mas ainda não descobriram o que querem ser quando forem "grandes". Embora algumas já escolheram há muito a sua história profissional,  muitas vezes desde tenra idade e normalmente seguem o caminho dos progenitores.

Mas, não será que todos os miúdos ou na sua maioria, "se deixam ir" á deriva sem saber o que lhes reserva no futuro? E muitas vezes mudam de área de estudo na universidade porque "descobrem" que aquela área não lhes diz nada, e acabam por seguir rumos muitas vezes impensáveis profissionalmente?

 

Eu acredito que temos o destino traçado mas, o caminho, a história, teremos que ser nós a contá-la, a escrevê-la para que acreditemos que temos o controlo das nossas acções, para que acreditemos que somos capazes e assim passar as nossas experiências aos que vêm atrás, aos que irão construir outra história com base naquela que os mais antigos, a geração anterior preparou, bem ou mal, para os mais novos a melhorarem... ou não.

 

 

"Muitas vezes encontramos o nosso destino por caminhos que enveredamos para o evitar." (Jean de La Fontaine)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por caminhosdaalma às 11:51

O Destino

Domingo, 16.10.11

 

  

 O destino é por um lado pessoal, somos nós que fazemos o nosso destino, mas por outro lado as nossas possibilidades e os nossos limites são predestinados através da nossa familia.

 

O Alberto, hoje com 40 anos não programou o seu destino, não realizou os seus sonhos de adolescente, porque quando fez 19 anos, sendo o mais novo dos irmãos, foi-lhe destinado assumir as rédeas da empresa da familia, pois os outros estavam na universidade com o seu destino já a caminho da realização. Foi o único que não estudou, resignou-se, renunciou em prol da familia. O negócio durou alguns anos, deu-lhe estabilidade, mas teve um fim. Quando se viu desempregado, não tinha uma formação especifica, o negócio da familia era na área dos texteis e hoje em dia pouco ou nada existe nessa área, mas conseguiu arranjar um trabalho na área das vendas, que não o preenche.

 

 

Eu acredito que estamos neste lugar maravilhoso com um destino programado, existem miudos que sabem o que querem seguir desde muitos pequenos, mas muitos nem fazem ideia, com 12 ou 13 anos não temos consciência do que queremos ser, nem sabemos quem somos interiormente.  

 

O destino leva-nos muitas vezes por caminhos maravilhosos, e olhamos para trás e perguntamos: "Como fui capaz de fazer isto tudo?", mesmo com sofrimentos, mesmo com lágrimas, que só nos faz mais fortes, o que é certo é que mesmo não programado o destino de alguma forma vale sempre a pena, mais que não seja por tudo o que ganhámos pelo caminho, sim porque ganhamos sempre alguma coisa e é disso que nos devemos sempre lembrar, não do que perdemos.

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por caminhosdaalma às 12:31





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2017

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031


CONSULTAS DE TAROT

O Tarot é apenas uma ferramenta que nos ajuda nas diversas áreas da nossa vida. Poderá fazer uma pergunta grátis enviando o seu primeiro e ultimo nome e a data de nascimento através do mail mafavisi@sapo.pt



links

Outros Caminhos

Previsões Tarot



comentários recentes


Posts mais comentados



subscrever feeds