Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Abraços...

Sábado, 10.12.11

 

Existem alturas que precisamos de abraços, daqueles que nos envolvem, daqueles que nos protegem, e normalmente sabemos a quem os pedir.

Existem alturas que pensamos que os braços dos outros são mais fortes, mais poderosos, sobrenaturais, que por momentos o resto do mundo pára, porque precisamos de recuperar.

Eu recebi abraços, beijos, carinhos, não precisei de pedir, não precisei de dizer porque precisava deles, não precisei sequer de esconder que precisava de colo, sim porque não interessa a idade que temos todos precisamos que nos peguem ao colo, que nos envolvam no amor de dar, e quem recebe renasce, sente aquele alguém está lá por nós.

Eu recebi esse amor, a sensação de saber que aquele alguém estará lá para mim quando e onde eu quiser, sem ter que explicar porque razão eu necessito, é a sensação mais poderosa que alguma vez eu poderia sentir. Saber com certeza absoluta que nunca me abandonará, nunca me virará as costas, é o que todos nós precisamos.

 

É precioso, é necessário preservar amigos como estes, eu tenho a sorte e o prazer de dizer que não existiu até hoje alguém que me ensinasse tanto sobre a amizade e sobre o altruímo como este amigo que estará para sempre no meu coração e na minha vida.

 

Obrigada pelos abraços fantásticos, obrigada pelas palavras fantásticas e sábias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por caminhosdaalma às 13:13


1 comentário

De oscar a 17.12.2011 às 22:37

Sem palavras apenas dizer-te que sim estarei sempre...

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


CONSULTAS DE TAROT

O Tarot é apenas uma ferramenta que nos ajuda nas diversas áreas da nossa vida. Poderá fazer uma pergunta grátis enviando o seu primeiro e ultimo nome e a data de nascimento através do mail mafavisi@sapo.pt



links

Outros Caminhos

Previsões Tarot



comentários recentes