Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mudar...

Quinta-feira, 29.03.12

Tudo o que é diferente é alvo de critica, ou porque alguém se veste de maneira diferente, ou porque fala de assuntos diferentes, ou porque a sua maneira de pensar mudou.

Por alguma razão queremos mudar seja a nivel exterior seja interior, a procura é necessária. Nascemos e crescemos dentro das normas da sociedade, dos hábitos estabelecidos por um grupo de pessoas que acham que é desta ou daquela maneira que devemos existir. 

Acredito no destino, acredito que nascemos por uma razão maior, cada um de nós á sua maneira. Devido ás dificuldades do mundo e mais precisamente do nosso país as pessoas estão descobrir-se interiormente e a mudar pensamentos e estilos de vida. Estão á procura do seu  "eu", mas não dizem a ninguém, porque têm receio que os outros pensem que estão, no minímo, tolinhos. 

Quem acredita em algo para além de si mesmo é apelidado de tolinho, porque não se vê, não está provado, não se explica, apenas se sente. 

Quando se muda da cidade para o campo, quando se larga um emprego estável para algo instável, tudo fica espantado mas até se aceita, porque talvez exista um plano, mas ao se mudar espiritualmente, querer trabalhar a ajudar os outros, descobrir o que estamos cá a fazer, ser terapeuta, tarologo, astrologo, já não é a mesma coisa, não é aceitável, não faz parte da lista de empregos normais. 

Por estas e mais outras tantas razões as pessoas se isolam, tentam encontrar outros mundos, outras maneiras de estar onde não precisam de mudar de cara, de palavras. Dizem que as crianças são cruéis porque dizem a verdade e são inocentes, mas pelo menos ainda falam, perguntam o porquê até ficarem satisfeitas, e continuam a brincar, aceitando o outro.

 

"Todo mundo pensa em mudar o mundo, mas ninguém pensa em mudar a si mesmo."
( Leon Tolstoi ) 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por caminhosdaalma às 14:10

Negação....

Quarta-feira, 28.03.12

Quando algo fica por dizer a alguém, quando algo fica por fazer, o universo conspira a nosso favor para que mais cedo ou mais tarde o reencontro se dê, não vale a pena escondermo-nos, fugirmos ou até fingirmos, tudo tem de ser como tem de ser.

Reconheço que não ouço muitas histórias de amor do passado que se repetem anos depois tornando-se felizes no futuro, mas acontecem. Reencontrei alguém do passado, dois anos depois de nos termos afastado, ambos nos encontravamos sensíveis, carentes e desejosos de sermos ouvidos por alguém que nos compreendesse sem grandes dramas ou histerias. Ouvimos-nos, falamos sobre as nossas dores, aflições, alegrias, falamos do passado, esclarecemos as duvidas, continuámos amigos. 

Depois veio tudo o resto, o prazer de estar, conviver, experimentar sensações novas, veio a confirmação que este homem era realmente importante no passado e voltou dois anos depois, com a mesma importância, dedicação e acima de tudo com a mesma cumplicidade de outrora. Mas... e há sempre um mas, cada um recupera no seu tempo, á sua velocidade, no nosso passado existem pessoas que nos infligem tal dor, que padecemos durante muito tempo, acreditamos não haver cura possivel, porque a dor não passa. 

E embora as pessoas sorriam, brinquem, e até se tentem convencer que já ultrapassaram a gruta escura do sofrimento, a armadura muitas vezes interior que carregam, pesa no olhar, pesa na falta de palavras, e pesa ainda mais quando se recusam a admitir que ainda não estão preparados para sentir amor.

 

 

"Lamentar uma dor passada, no presente, é criar outra dor e sofrer novamente." 
(William Shakespeare)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por caminhosdaalma às 13:39

Auto-Estima....

Domingo, 25.03.12

Todos crescemos no sofrimento. Uns têm a sorte em saber quem são desde muito cedo, outros demoram algum tempo, por vezes uma vida inteira para descobrir. Depende em que familia se cresce, o que nos ensinam e do que crescemos a acreditar. Quem cresce no sofrimento, pensa que os outros também crescem desse jeito, mas escondem como eu. Eu cresci sem saber quem era, não fui criada numa familia normal, não me lembro da minha infância, não me lembro se tive festas de aniversário , não tenho recordações felizes, apenas tristes. Não tive palavras de incentivo, não me perguntaram o que queria ser quando fosse grande. Apenas aprendi que não iria ser ninguém quando fosse grande.

Só muitos anos mais tarde iniciei uma procura por mim mesma. Sabia que não gostava de mim, mas não percebia porquê.

Demorei muitos anos a descobrir-me, atravez dos outros, de ver os outros, de ouvir a familia dos outros e acima de tudo das histórias que os outros contavam. 

A partir do momento que comecei á procura, encontrei um novo mundo, um acreditar, um lugar doce para mim. Descobri que sou alguém...para alguém. Demorei muito tempo, passei por profundas tristezas, desarrumações, abismos, até que encontrei o fio do novelo que ainda estou a desenrolar, descobri o meu caminho. 

O meu lugar doce!!

 

E gosto de mim!!! 

 

 "Quando você pensa que sabe todas as respostas, vem a vida e muda todas as perguntas." 
Luís Fernando Verissimo 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por caminhosdaalma às 10:49

Fé...

Sábado, 10.03.12

Quando vos fazem a pergunta: "O que te queres na vida? ou "O que te faz falta?" automáticamente vem-nos á boca "dinheiro". 

Mas se pensarmos bem mais profundamente o que nos faz falta é amor!

Depois de uma desilusão, quando demos o mellhor de nós, como é que restabelecemos a confiança no amor? De que forma podemos aprender que não somos todos iguais? Que o próximo amor será diferente? 

Não sabemos dizer mal de nós próprios, sabemos que por amor fazemos tudo e muitas vezes nos surpreendemos por atitude loucas, impensáveis cometidas no fogo da paixão. 

As pessoas mudam de amor muito rapidamente, hoje amam-nos e amanhã já amam outra pessoa. Pensando bem...não sabem o que é amar.

Como nos restabelecemos? Como acreditar que existem por aí alguém que nos irá completar?

Somos diamantes por lapidar, que de vez enquando perdemos lascas preciosas, levam-nos pedaços importantes, ficamos sem protecção, iludimo-nos com os brilhos falsos dos outros, e vamos perdendo valor. 

Ouço dizer  :"Tenho muito para dar", mas ninguém o quer fazer de livre vontade, dar só por dar, acreditar que se pode dar apenas por vontade, arriscar, só porque sim. Temos que receber primeiro e depois ainda vamos pensar se valerá apena arriscar.

O que é certo é que existem cada vez mais pessoas sozinhas, e como defesa dizem á boca cheia que gostam de estar sós, porque fazem o que querem, vão para onde querem e não têm que dar satisfações a ninguém.

Eu não gostaria de envelhecer sozinha, mas volto á mesma questão: "Como se restabelece a fé nas pessoas?" 

"A essência de toda a vida espiritual é a emoção que existe dentro de você, é a sua atitude para com os outros."Dali Lama

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por caminhosdaalma às 17:08

Inveja...

Sexta-feira, 09.03.12

Existe todo o tipo de pessoas, as boazinhas, as mázinhas, as que têm mau feitio, as invejosas, as ciumentas...muitas.

Todos sabemos o significado do bem e do mal, desde pequenos fomos ensinados pelos nossos pais que não devemos fazer mal aos outros, mas o que é certo é que ninguém muda a sua própria essência seja ela qual fôr, e existem pessoas que são invejosas. Considero que a inveja nãoé somente pelo que os outros têm, seja dinheiro, terras, bons carros, a maioria das pessoas inveja o que os outros são. Se têm muitos amigos, se todos gostam de uma determinada pessoa porque ela é bom disposta, bonita, doce, inteligente, vêm no outro tudo o que não são. E temos a tendência de esconder projectos, planos, amores, desamores, porque os outros podem saber e com o sentimento de inveja destruir o sucesso do acontecimento. E depois existem aquelas pessoas que preferem não ter algo porque o outro irá beneficiar.

 

A história que vou contar tem a haver com isto, há uns anos atrás vi na televisão em forma de desenho animado, o que achei fantásticamente bem construido a forma que a inveja pode ter.

 

Um homem encontra uma lampada mágica, e ao limpa-la sai de dentro da lampada uma génio que lhe concede um só desejo. Que podia pedir tudo o que quisesse, mas mesmo tudo, apenas  o alertou que, fosse o que fosse que ele pedisse....o seu vizinho iria ganhar em dobro.

 

O homem pensou durante todo o dia o que iria pedir ao génio. E no final desse dia decidiu o que realmente queria, esfregou a lampada e o génio disse:

 

- Já sabes o que queres? Não te esqueças que tudo o que pedires o teu vizinho receberá em dobro!!

 

E o homem disse:

 

- Sim já sei!  TIRA-ME UM OLHO!!!

 

"A inveja é a amargura que se sofre por causa da felicidade alheia." (Cícero)




 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por caminhosdaalma às 23:35

Ontem...

Sexta-feira, 09.03.12

Se fosse possivel mudar o vosso passado o que mudariam?

Sabendo o que sabem hoje, suponhamos que poderiam mudar o passado, que tudo era possivel, até poderiam mudar a vida a partir de uma certa idade, qual a primeira coisa que vos vinha á cabeça? 

No dia internacional da mulher, que por acaso a maior parte das mulheres com quem falei nesse dia nem sabiam que era o dia da mulher, pensei nisto, se me fosse concedida essa possibilidade qual a primeira coisa que gostaria de mudar. E muito sinceramente é-me dificil pensar o que gostaria de mudar, e isto tem a ver com tudo o que gosto de ter hoje, e tudo o que aprendi que me faz ser quem sou hoje, e que mesmo com muitos defeitos, gosto de ser. Nunca me atrevia a mudar seja o que fôr porque mudando, não poderia ter coisas e pessoas que amo perdidamente, bastava mudar o percurso da minha evolução e seria hoje uma pessoa diferente com coisas e pessoas diferentes na minha vida. Talvez o desconhecido não me agrade, embora goste de alguma mudança, fico inquieta com o não saber se seria mais feliz. 

Provavelmente...não me atreveria a mudar coisa alguma, mas pensando bem só pediria que, a partir dos meus 22 anos valorizasse mais todos os sinais, pressentimentos, vozes e quereres que naquela altura nem me atrevia a valorizar. 

 

"Nunca é tarde demais para ser o que você poderia ter sido." (George Eliot)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por caminhosdaalma às 22:38





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


CONSULTAS DE TAROT

O Tarot é apenas uma ferramenta que nos ajuda nas diversas áreas da nossa vida. Poderá fazer uma pergunta grátis enviando o seu primeiro e ultimo nome e a data de nascimento através do mail mafavisi@sapo.pt



links

Outros Caminhos

Previsões Tarot



comentários recentes




subscrever feeds