Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Esperar...

Segunda-feira, 21.05.12

Esperar nunca é fácil, queremos tudo para amanhã e rápido.

O tempo é um aliado, deixar as situações fluirem com o tempo é das coisas mais aflitivas que já ouvi, porque na altura em que temos pressa isto não resolve nada, mas não deixa de ser uma enorme verdade.

Esperamos pelo autocarro, pelo comboio, esperamos por uma resposta de emprego, esperamos na fila do supermercado, passamos a vida á espera, não controlamos o tempo ou melhor não controlamos nada.

De todas as esperas, a menos agradável é esperar por alguém, esperar pela vida do outro, pelas decisões, pelo telefonema, pelo amor do outro, nada se torna mais dificil, quando gostamos de alguém a sério e acreditamos que é a tal pessoa que nos fará feliz esperamos que a chuva pare e o sol ilumine o horizonte. Quem gosta espera, isto é se valer a pena esperar.

Ficamos em stand-by durante algum tempo, retemos a euforia, a expontaneidade, o abraço, o beijo, guardamos tudo para um dia mais tarde, e esperamos.

Descobrimos a paciência, porque é necessário uma dose imensa de paciência, e no caminho sofremos por não saber se o desfecho será o que idealizámos.

Esperar é uma virtude e muitas vezes um desespero, no caminho é possível que queiramos desistir, pensamos que talvez não valha a pena, mas aprendi que mesmo que o processo não tenha sucesso mais cedo ou mais tarde teremos o "prémio", até porque o ser humano tem a capacidade de se auto-elogiar apaziguando a dor e a perseverança das suas atitudes: " Sou capaz de tudo, desde que não desista"

Não gosto de esperar, até ao dia que sinto que o devo fazer, primeiro por mim, segundo pelo que sinto e terceiro porque o que o outro tem,  completa o que me falta, e o que me faz falta é a aquela pequenina peça do puzzle que anda perdida no seu coração.

 

"Se você não demorar muito posso esperá-lo por toda a minha vida."

Oscar Wilde

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por caminhosdaalma às 12:03


1 comentário

De Planeta XXI a 25.05.2012 às 02:00

É curioso que sempre me auto-cataloguei como alguém sem paciência, tanto que uma das minhas perguntas favoritas era “onde está a minha paciência?”. Mas, isso é passado: aprendi a desenvolver essa capacidade, aliás, não me restou outra alternativa, assim como por exemplo, desenvolvi um sentido de orientação que não tinha, a partir do momento em que comecei a conduzir. A vida aguça em nós qualidades que jamais sonhamos ter! Pena que muitas vezes seja à custa de muita cabeçada na parede!

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


CONSULTAS DE TAROT

O Tarot é apenas uma ferramenta que nos ajuda nas diversas áreas da nossa vida. Poderá fazer uma pergunta grátis enviando o seu primeiro e ultimo nome e a data de nascimento através do mail mafavisi@sapo.pt



links

Outros Caminhos

Previsões Tarot



comentários recentes